Caminhando para Deus
  

Evangélicos, os chatos cristocêntricos.



 Hoje irei me aprofundar em duas questões muito pertinentes à perseverança cristã, os passos que envolvem a mesma em sua ocorrência e também as consequências que podemos averiguar. Como vemos em Romanos 5:3~4:

"...a tribulação produz perseverança; e a perseverança, experiência; e a experiência, esperança."

 A tribulação do crente é como a intempérie, vai moldando o crente e deixando-o pronto para gerar os frutos da perseverança. O salmista fala sobre a aflição e de como é para o cristão passar por tais circunstâncias:

"Foi-me bom ter passado pela aflição, para que aprendesse teus decretos."(SI 119:71)

 Tudo depende de nossa luta contra os propósitos de Deus, essa nossa necessidade de que seja feita a nossa vontade, que as coisas sejam feitas à nossa maneira, quando acabamos negando a autoridade de Deus em nossas vidas. O Pai nos ama tanto que tem de misericórdia, existindo o livre-arbítrio ele apenas age em nós quando o convidamos a isso, diferente do inimigo que precisa nos sufocar com suas tentações (lembrando que a tentação só leva ao pecado porque permitimos tanto), quando negamos a vontade de Deus querendo que a nossa seja feita ele então permite e nós nos decepcionamos com nossa condição falha e egocêntrica.

 Essa discussão me lembra da luta de Jacó com Deus e como o Pai quebranta Jacó e o molda conforme sua própria e divina vontade:


"Jacó, porém, ficou só; e lutou com ele um homem, até que a alva subiu.

E vendo este que não prevalecia contra ele, tocou a juntura de sua coxa, e se deslocou a juntura da coxa de Jacó, lutando com ele.

E disse: Deixa-me ir, porque já a alva subiu. Porém ele disse: Não te deixarei ir, se não me abençoares.

E disse-lhe: Qual é o teu nome? E ele disse: Jacó.

Então disse: Não te chamarás mais Jacó, mas Israel; pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens, e prevaleceste.

E Jacó lhe perguntou, e disse: Dá-me, peço-te, a saber o teu nome. E disse: Por que perguntas pelo meu nome? E abençoou-o ali." (Gn 32:24~29)


 Importante é notarmos as condições em que Jacó lutou com Deus:

 1. Ele estava só, podemos tirar a conclusão que essa luta é individual e concerne ao nosso mais íntimo espaço que é o nosso coração.
 2. Deus sondou o coração de Jacó vendo que este necessitava da presença do Senhor, Deus age de tal forma a mostrar ao crente que ele nada é sem o Pai.
 3. Deus fere a coxa de Jacó, deixando-o manco. Realmente depois de um genuíno encontro com Deus, passamos a permitir e ser dependentes de Deus nas nossas vidas.
 4 Jacó não deixaria o varão ir embora se não obtivesse sua benção, mesmo após estar quebrantado na presença de Deus.
 5 Deus mostra seu esplendor, mudando o nome de Jacó para Israel, o nome como que personalidade do ser humano, mostrando assim um incomparável mover de Deus no homem terreno.
Obs: Alguns questionam se fora um anjo ou o próprio Deus a lutar com Jacó, mas quem crê nos enviados de Deus crê no próprio Deus, pois o enviado tem poder conferido por Deus.

 Quando pararmos de negar Deus em nossas atitudes e deixar o evangelho de Cristo ser pregado em nossa vida, nossa diretriz, então veremos mais que milagres. A glória do Deus Pai é infindável, hoje conhecemos em parte mas chegará o dia em que conheceremos em plenitude... E tudo que é em parte será aniquilado. Precisamos a todo tempo nos questionar sobre nosso cristianismo, se nossas atitudes refletem o Espírito Santo que habita em nós(se é que habita, pois sempre tem a possibilidade de ser um hipócrita). Nossa fé nos salva, nossas boas obras não são o ingresso para os céus e sim os frutos da salvação e santificação continua que é exercida em nós mediante Cristo, a qual seremos conforme sua imagem pela vontade de Deus, nosso pai eterno. Temos por fruto da perseverança a experiência espiritual, a maturidade.

"Vós sois a luz do mundo, não se pode esconder uma cidade edificada sobre o monte..."(Mt 5:14)

 Temos por promessa à perseverança a qual se diz em Apocalípse 3:20~21:

"Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele e ele comigo.

Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci e me sentei com meu Pai no seu trono."

Os que acreditam em Jesus Cristo como único salvador e Senhor tem por promessa a vitória sobre o pecado e o salário do pecado que é a morte. Quem não é escravo do pecado é escravo de Cristo, logo, quem a Cristo serve serve ao Pai, que honra no muito os que o honram no pouco que podem.

"Mas a todos que o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, os que creram em seu nome.

E não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus." (Jo 1:11~12)


Precisamos ter fé, a fé que move montanhas...


Amém.



Escrito por Sérgio Filho às 15h12
[] [envie esta mensagem] []


 
  



A paz do Senhor,


 Hoje venho contar sobre algumas questões importantes que me vejo pensando sobre nosso Salvador, Cristo Jesus. Em algum momento você, leitor, já se perguntou sobre a dimensão conceitual de Cristo? Falando em outras palavras, quem é Cristo pra você?

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” (João 14.6)

“E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele.”
(João 4:16)

 Mas, quem é Cristo pra você? É o homem que te fez chorar porque foi morto na cruz? Ele só te serviu pra um momento de emoção?

"Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê." (Romanos 10:4)

"Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos."
(Isaías 53:06)

"Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do SENHOR prosperará na sua mão." (Isaías 53:06)

 O Senhor nosso Deus nos ama de uma forma tão maior e tão humanamente inexpressível que deu seu unigênito para que pudéssemos ser justificados através dele. Quer entender Jesus? Mesmo que de uma forma humanamente medíocre?

"Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal."
(1ª Timóteo 01:15)

 Jesus Cristo de forma santa (pois nós homens, por nossas próprias obras, não conhecemos esse amor santo) fez-se o pecado de todas as gentes em face ao Senhor, agradou ao Senhor moê-lo, pois é a justiça de Deus. Agora, quando nos emocionamos e pensamos em Jesus querendo que ele não houvesse morrido... Não estamos de fato honrando o que Jesus veio a fazer:

"E Pedro, tomando-o de parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Senhor, tem compaixão de ti; de modo nenhum te acontecerá isso.

Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas só as que são dos homens."
(Mateus 16:22~23)

 Porque Jesus estava nas escrituras, prometido para vir com a remissão de nossos pecados. Jesus, santo, pregava o amor em suas palavras, quão grande era o seu amor, pois está em Deus e são um só. Também nos ensinou que veio para que pudéssemos ter essa comunhão com ele, para que pudéssemos estar diante de Deus.

 Quer saber o que é Cristo?

"E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.

Este é o primeiro e grande mandamento.

E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas." (Mateus 22:37~40)

 Jesus Cristo é o verbo de Deus irmãos, a vida de Jesus é a palavra de Deus encarnada. Jesus é o cordeiro imaculado de Deus, mas mesmo assim tomou nossos pecados por amor a nós e se fez como o pecado diante do Pai... Será que não podemos retribuir com nossa nova vida em Cristo?


Precisamos ter fé, a fé que move montanhas.



Escrito por Sérgio Filho às 14h41
[] [envie esta mensagem] []


 
  

A paz do Senhor,

 Irmãos eu venho falar mais um dia de fé que tive entre tantos que
sinto caminhando para Deus, pois presenciei novamente o poder de Deus
diante de coisas tão pequenas e é preciso ser tão humilde, mas tão
humilde, a ponto de tirar bom proveito de episódios pequenos como o que
tive hoje pela manhã. Como estou aproveitando do laço afetivo que
conquistei com meus avós, após ter me firmado no caminho para não me
desviar mais do Senhor, fui acompanhar meu avô até o hospital para
pegar uns exames, logo que voltei para minha casa (caminhando) e entrei
em meu quarto comecei a sentir um mau-cheiro e não sabia daonde vinha o
"fidido"(pelo que pensei ser animal morto).
 Pois não é que eu não pude identificar de onde vinha o bendito cheiro
de pôdre?! Mas a babá de meu sobrinho( *-* ) descobriu que vinha das
sandálias que eu calçava e que porventura pisei em algo já em
decomposição no caminho de casa e entrei em meu quarto usando-a...
 Então eu fiquei meditando no que aconteceu, pois a casa ficou
incensada com o mau-cheiro, e tomei o mau-cheiro na sandália como um
pecado que a gente possa cometer no meio do caminho por descuido. E
simplesmente trazemos isto do dia-a-dia para nossas casas, muitas vezes
um mal-humor, uma má-vontade, um erro cometido, e começamos a nos
amargurar e também começamos a tratar todos à nossa volta com
aborrecimento e descaso, além de que primeiramente nos afastamos de
Deus e trato esse último como o mais perigoso para nós. É importante
pedirmos a Deus discernimento sobre o que trazemos do mundo para nossas
casas, para que não venhamos a infestar nossa morada (e me refiro
primeiramente a nós recipientes de Cristo) com o pecado que é o mau-cheiro de toda a existência humana...

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.

Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.

Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve." (Mateus 11-28~30)

 O pecado consome nossas energias, fatiga nosso corpo e corrompe nossa vontade porque é pesado demais tê-lo como fardo. Mas o fardo de Jesus, e santíssimo é, é leve e devemos tê-lo como reconforto e refrigério em meio aos desertos da vida.
Precisamos cada vez mais nos vigiar para não desobedecer nem desagradar nosso Deus que nos ama tanto, mas, sozinhos não temos força, nossa força e amparo é Jesus CRISTO,
porque com Cristo somos mais que vencedores!!!!!

Nós precisamos ter fé, a fé que move montanhas.



P.S: Peço aos irmãos um pouco do vosso tempo pra olhar este link - Jovens na Rua



Escrito por Sérgio Filho às 19h29
[] [envie esta mensagem] []


 
  

A paz do Senhor para todos,

 

Esta é a primeira postagem que dedico ao Pai, de coração, pra que minhas palavras possam agradar seus olhos. Em meus estudos eu venho percebendo uma mensagem muito importante pregada por Jesus Cristo, e enfatizada por ele:

  • Olhar para si mesmo antes de julgar o próximo (Admito ser algo bem difícil de seguir; mas não é um pedido)

"1 Não julgueis, para que não sejais julgados.

2 Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós.

3 E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não reparas na trave que está no teu olho?

4 Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu?

5 Hipócrita! tira primeiro a trave do teu olho; e então verás bem para tirar o argueiro do olho do teu irmão." (Mateus 07:01~05)

  • Os nossos pecados não são só as atitudes que temos, mas também o que pensamos...

 "Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. (Mateus 05:28)"

 

 Muitas vezes antes de estar consciente de meus pensamentos, me pego pensando em coisas que certamente não agradam a Deus, mas entendo minha condição humana e sei que só com a graça de Deus isso é possível... Certa vez vi a pregação de um pastor chamado Paul Washer onde ele fala que é importante nos voltarmos pra Deus e ocupar nossas vidas (o templo de Deus) com coisas de Deus. Eu contemplo partes da minha vida que podem ser mudadas e atitudes minhas que podem ser descartadas, ciclos e padrões que não agradam a Deus. Mas é preciso que eu entenda cada dia mais, que sozinho não conseguirei, e peço, oro ao nosso Deus que ele esteja comigo (já sabendo que ele está) nas horas de dificuldade e que em nome de Jesus sua mão tome minha vida e encha ela da sua presença... Alguns dias atrás senti a presença de Deus como nunca havia sentido nada igual. Não tenho palavras pra descrever... É intenso, estar diante do Senhor, quebrantado, como um menino pequeno diante do pai... Como uma criança que sabe que errou, mas pede o perdão ao Pai porque é a única esperança... O Senhor sempre está ao lado de quem ele ama, ele nos deixou o Espírito Santo pra isso... Precisamos ter fé de verdade, a fé que move montanhas.



Escrito por Sérgio Filho às 15h25
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, JOAO PESSOA, Homem

HISTÓRICO



OUTROS SITES
 Ministério Jovens na Rua


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!